Grécia desespera por literacia mediática

O fecho da televisão e rádio públicas gregas fez da Grécia um case study de iliteracia mediática:

a)  Com o fecho da ERT, a taxa de desemprego dos jornalistas gregos disparou para bem mais de 50%;

b) As audiências da ERT eram (são) muito baixas. Nas ruas de Atenas têm-se a opinião de que a ERT é elitista e que as pessoas são lá colocadas por interesses partidários;

c) Num país de 11 milhões de habitantes, a audiência dos noticiários das 20:00 horas, em todos os canais, é de apenas três milhões;

d) A maioria da população [grega] não vê as notícias. A Grécia tem, ainda, a mais baixa percentagem de leitores de jornais da Europa;

Disponível em: MATAR PRIMEIRO, REESTRUTURAR DEPOIS

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>