Cultura doentia

O britânico Right Honourable Lord Justice Leveson (título oficial) produziu um relatório devastador – publicado há duas semanas e totalmente acessível online - que caracteriza o momento em que o jornalismo ultrapassou todos os limites legais e éticos, dando origem a uma cultura profissional doentia e incontrolável.

Produzido no Reino Unido, o fenómeno não é exclusivo nem está confinado a sectores dos tablóides britânicos, abalados, recentemente, pelo escândalo do News of the World de Murdoch. Retrata uma ameaça global e isso é muito mais preocupante.

“A liderança a todo o custo provoca, obviamente, por parte da cadeia hierárquica e de decisão das empresas de media, uma concentração em histórias sensacionalistas, que exigem, na maior parte das vezes, a revelação de pormenores privados e até íntimos” .

Disponível em: An Inquiry into the Culture, Practices and Ethics of the Press:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>